*
bememptyemptyvindos

Caju Rico Em Vitamina C, A, D, E , K e PP

Caju














Fonte de vitamina C, A, D, E , K e PP
Índice de vitamina C
- Caju :  200 mg
* Valores referentes a 100 g de cada alimento
Fonte: Centro Universitário São Camilo, de São Paulo e
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa)

Facilmente encontrado em território nacional, o caju apresenta
propriedades indispensáveis ao bom funcionamento do
organismo. Juntas, polpa e castanha garantem saúde ao sistema
cardiovascular e fortalecem a imunidade.

Em 100 gramas de polpa de caju, você encontra:
43 Kcal
1,7 g de fibras
124 mg de potássio
16 mg de magnésio
1 mg de cálcio
0,12 mg de manganês
0,2 mg de ferro

Fonte:
Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (Unicamp)
O Caju contem elevada quantidade de compostos fenólicos,
como ácido gálico cafeico e ferúlico, considerados potentes
antioxidantes
A cor amarela avermelhada é característica comum em
alimentos ricos em compostos antioxidantes, como flavonoides
e antocianinas. A ingestão regular protege as células contra a
ação devastadora dos radicais livres, reforçando defesa  
imunológica, retardando o envelhecimento precoce e reduzindo
 o risco de doenças degenerativas e aparecimento de tumores.
A Polpa possuí alta concentração de ácidos graxos insaturados,
em especial Ômega- 9 (57%),e linoleico, ou Ômega - 6 (5,5%).
Existem pesquisas que demonstram os efeitos destas substancias
 na redução do risco de doenças do coração.
Outras ainda apontam a ação anti- inflamatória do ácido oleico.
Só para se ter uma idéia,100 mililitros de suco apresentam
250 miligramas deste nutriente, quantidade superior às
necessidades de consumo diárias.
O organismo de um adulto precisa, em média, de 45 mg de
vitamina C por dia.
As vitaminas A e B e minerais como cálcio, magnésio e
potássio também merecem destaque em sua composição, já
que atuam no organismo melhorando a visão, favorecendo a
contração muscular e o sistema esquelético.
A polpa do caju é boa fonte de fibras, aspecto importantíssimo
para aliviar a constipação intestinal.

Coração Sarado

O verdadeiro fruto do cajueiro conta com uma série de
propriedades essenciais .Para começar, são eles, os chamados
ácidos graxos insaturados.
Eles auxiliam no controle dos níveis de triglicérides, do
colesterol total e do LDL (colesterol ruim), prevenindo as
doenças do coração.
O fruto contém  boas quantidades de magnésio, que melhora a
assimilação de cálcio nos ossos, a contração muscular e regula
a pressão arterial. A arginina, também encontrada na oleaginosa,
funciona como um vasodilatador e previne o surgimento de
doenças coronárias.
Graças a presença das vitaminas A, D, E , K e PP, o alimento
age em prol de todos os sistemas do organismo.
A vitamina A beneficia as funções da retina, enquanto a D
participa do processo de regulação do cálcio nos ossos.
Já a E atua como antioxidante, a K melhora a
coagulação sanguínea e a vitamina PP desempenha papel
essencial na síntese dos neurotransmissores que regulam o
humor no cérebro.
Magnésio, ferro ,potássio, selênio e zinco, por sua vez compõem
o time de minerais disponíveis no fruto e importantes para o
transporte de oxigênio pelas células, o bom funcionamento do
sistema muscular, a produção de energia e a cicatrização de
machucados.
Quanto à castanha, os cuidados são relacionados à dosagem
ideal, bem como à escolha do produto a ser ingerido.
Em 100 g de castanha de caju há quase 600 Kcal.
Portanto, o consumo de cinco a sete unidades por dia já é
suficiente para usufruir dos benefícios.
Outro ponto importante é optar por castanhas que já passaram
pelo processo de cozimento e remoção da casca, já que esta
parte do fruto contém uma substância tóxica chamada uruxiol
capaz de provocar alergias na pele.
É claro, o acréscimo de sal ao alimento, muito comum em
produtos industrializados, é um perigo para hipertensos.
O aproveitamento  dos nutrientes é maior quando a castanha é
consumida sem torra (pseudocrua), sem adição de sal e
outros aditivos.

Briga de campeões






Outro importante integrante do grupo de oleaginosas, a Castanha
do Pará disputa uma briga boa com a  de Caju em termos de
concentração de nutrientes.

Compare!

Calorias
Castanha de caju  570 kcal
Castanha do Pará 643 kcal

Fibras
Castanha de caju  2,6 g
Castanha do Pará 7,9 g

Cálcio
castanha de caju 33 mg
Castanha do Pará 146 mg

Ferro
Castanha de caju 5,2 mg
Castanha do Pará 2,3 mg

Potássio
Castanha de caju 671 mg
Castanha do Pará 651 mg

* valores referentes a 100 g de cada alimento
Fonte :(Unicamp)

Algumas receitas:

Hambúrguer de Caju

Ingredientes:
8kg de polpa de caju fresco
2 xicaras (chá) de cheiro verde picado
2 pimentões
 4 tomates picados
2 cebolas picadas
300 g de farinha de trigo
3 colheres ( sopa ) de pasta de alho
Pimenta-do-reino e sal a gosto.

Preparo
Lave bem os cajus e leve ao liquidificador com um pouco
de água. Em seguida, peneire bem até tirar todo o suco.
Fique com a sobra, que é a fibra do caju. coloque- a em uma
panela com todos os temperos e refogue a  mistura por cerca
de 10 minutos.
Deixe esfriar e acrescente a farinha de trigo. Misture bem e
espalhe por uma superfície, abrindo a massa com a ajuda de
um rolo.
Por fim, corte em formato de hambúrguer e frite ou asse como
um hambúrguer comum.

Rendimento
20 unidades

Fonte: receita elaborada pela Empresa Brasileira de Pesquisa
Agropecuária (Embrapa)

Salada com Castanhas
Ingredientes

1 lata de atum ralado
1 cenoura ralada
1 pepino cortado em cubos
1 xicara (chá) de castanha de caju picada sem sal
1 pé de alface-americana picado
1 espiga de milho cozida
1 maço de rúcula picado
Azeite de oliva extra virgem e sal a gosto.

Preparo
Misture todos os ingredientes em uma tigela. Em seguida, dispense
o óleo da lata de atum, adicione o peixe à mistura e tempere a gosto

Rendimento
2 porções

Fonte: receita elaborada pela Empresa Brasileira de Pesquisa
Agropecuária (Embrapa)